Autor: Guilherme Carvalho

Resumo Passeio Fotográfico de Primavera’12

Saímos do hotel S. Pedro em direcção a Tebilhão faziam 9h. Fizemos a primeira paragem em Bustelo para apanhar mais um elemento (João Martins) , havia ainda um quarto que nos olhava curioso enquanto brincava com os irmãos (foto 1). O dia estava fantástico e não demorou muito para as nuvens que pairavam a baixo de nós, nos obrigassem a parar para congelar aquela magnifica paisagem (foto 2). Demos inicio à caminhada percorrendo  o PR6,  tendo como primeira paragem Tebilhão. Era tempo de parar para admirar a aldeia e, obviamente, fotografá-la. As aldeias de Arouca estão repletas de pequenos...

Ver Mais

Trilhos e Caminhos PR8

Descrição do Percurso O PR8 – «Rota do Ouro Negro» tem o seu início em Fuste (freguesia de Moldes), junto à capela de St.ª Catarina, onde também passa o PR3 – «Caminhos do Sol Nascente». Durante uns 150 m, percorrem caminhos comuns até que, no meio do lugar, o PR3 diverge para a esquerda e o PR8 para a direita, descendo por entre os campos da aldeia para o lugar do Pedrógão, continuando, a partir daqui, para as minas da Pena Amarela. Após alguns estradões florestais, chega ao trilho agora refeito e que passa em frente de dezenas de...

Ver Mais

A Abertura

A abertura da lente diz respeito à abertura do diafragma, ou seja, o que determina a quantidade de luz que passa através da lente. Numa abertura de, por exemplo, f/2*, entra uma quantidade de luz enorme na lente, mesmo numa fracção de segundo. Já a f/22 (quando o diafragma está muito fechado), entra apenas um bocadinho de luz pela lente (mesmo em longas exposições). Um ponto interessante em relação à abertura, é que não interessa a distância focal da lente desde que se use um valor de abertura (f) constante. Isto acontece porque a equação aritmética que determina o...

Ver Mais

Dominar o movimento – Técnica de Panning

Se quiser capturar um motivo em movimento, então use a técnica de panning. Para isso, escolha uma velocidade de disparo por volta de 2 stops abaixo do que é necessário. Ex: se a luminosidade pedir uma velocidade de obturação de 1/250, então escolhemos 1/60. Mantenha a sua câmera fixada no motivo com o dedo a pressionar metade do botão disparador, desta forma bloquemos o foco no motivo, quando achar que está pronto, tire a foto, sem se esquecer de seguir o motivo com a câmera conforme este se move. Use um tripé ou um monopé se possivel para evitar...

Ver Mais

Registo de Associado

Vídeos MFA

Loading...